top of page
  • Foto do escritorLAGOS

Escritor e poeta enaltece a literatura do sertão e da Ibiapaba do Ceará

Em ‘Literatura no interior cearense’, Francisco Belchior destaca a importância da literatura em sua vida

Literatura no interior cearense


A literatura, é um oceano de conhecimentos, mas é preciso ter paciência para poder navegar nessas águas, não devemos ser ansiosos em terminar o livro, mas saber degustar cada página a ser lida.


Talvez foi assim que uma certa vez, li um livro do autor da minha cidade Gerardo Mello Mourão, a princípio achei a leitura estranha com um vocabulário bem extenso, mas aos poucos foi finalizando o livro "No País dos Mourões" mesmo com um dicionário ao lado.


Foi uma experiência e tanto, aí me perguntei quantos poetas e escritores haviam na minha cidade mas eu não conhecia?


Foi então que passei a frequentar a biblioteca municipal, dessa vez não leria sobre Machado de Assis ou José de Alencar, queria descobrir quantos talentos haviam escondidos ali, fiquei admirado com tanto de autores de Ipueiras, li Frota Neto, Gerardo Mello Mourão, José Costa Matos, e a cordelista Dalinha Catunda , nessa época já estava navegando nas águas da poesia, fazendo aqueles versos tortos, rabiscando no meu caderno. E depois de muito tempo, no ano de 2022, saiu a tão sonhada coletânea literária, Da Cidade ao Sertão tudo é Poesia, na sua maioria são autores do interior, Ipu, Ipueiras, Poranga, Nova Russas, Guaraciaba do Norte, Graça, Juazeiro do Norte, Iracema e Fortaleza


Com a presença de Célia Maria Gonçalves Miranda foi um trabalho independente, agradeço ao Alexandre Jazara com a sua editora, nós acreditando no poder das artes e da cultura. De fato o torrão cearense tem muitos talentos, quem nunca ouviu falar da Padaria Espiritual, o jornal O Pão? E o que dizer da Academia Cearense de Letras, sendo a primeira do Brasil?


Ceará, primeiro estado que aboliu seus escravos, somos de uma terra de luz de pessoas iluminadas, somos de uma terra de pessoa libertas, seria uma lista longa se eu falasse de todos os filhos ilustres do solo cearense. Mas com essa obra deixamos o recado que não importa se você é do interior ou da capital o seu talento é uma luz que ilumina por onde você passa, uma luz dada por Deus.

(Correio Ibiapaba, por Francisco Belchior Chaves de Almeida - Foto: Arquivo Pesssoal)

1 Comment


Guest
Jun 04

Gostei da matéria, muito boa. Parabéns.

Like
bottom of page