Buscar
  • Luis Antonio Gomes

Diocese de Tianguá divulga comunicado sobre reitor pró-tempore do Santuário de Fátima

Atualizado: 28 de mar.

Dom Edimilson divulgou o nome do substituto provisório do Padre Antônio, dois dias após pronuncimanento sobre a situação do movelário do complexo religioso; confira


A Diocese de Tianguá divulgou em seu site oficial e em suas redes sociais um comunicado em que informa a equipe que ficará à frente do Santuário de Fátima, em São Benedito. No comunicado divulgado ontem (25), o Dom Edimilson, bispo diocesano, nomeou para a função de reitor pró-temporare o Padre Elias Sousa de Brito, da Paróquia de São Benedito.


No mesmo texto, o sacerdote informa que o Padre Elias continuará respondendo pela paróquia do município e, que terá o apoio dos padres João Leno Lima da Silva, Luiz Gonzaga Gomes Furtado e pelo Seminarista Francisco Artegvan Moura da Silva, além dos padres agostinianos que ajudarão nas confissões. Leia abaixo na íntegra:


Revmos. Presbíteros, diáconos e religiosos, Caríssimos diocesanos,


“Ao entrar no mundo, Cristo disse: Eis-me aqui, ó Pai, para fazer a tua vontade” (Hb 10,5. 7).


Na alegria de celebrarmos a Solenidade da Anunciação do Senhor, desejo que a graça de Deus Pai em Jesus Cristo, Senhor e Salvador do mundo, esteja convosco. Que este tempo quaresmal nos ajude a aceitar os planos do Senhor e a dizer “sim” à vontade de Deus, em nossas vidas, a exemplo da Santíssima Virgem Maria.


Tendo ouvido o Conselho Diocesano de Presbíteros e levando em consideração as necessidades pastorais de nossa Igreja Particular, estamos nomeando para a função de Reitor Pró-Tempore do Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Fátima em São Benedito/CE o Revmo. Pe. ELIAS SOUSA DE BRITO, que continuará respondendo pela Paróquia São Benedito - município homônimo, onde está situado geograficamente o Santuário, auxiliado pelo Revmo. Pe. João Leno Lima da Silva e pelo Seminarista Francisco Artegvan Moura da Silva, que continuará o seu estágio pastoral. Esta equipe ainda contará com o reforço do Revmo. Pe. Luiz Gonzaga Gomes Furtado e dos padres agostinianos que ajudarão nas confissões.


Que Nossa Senhora de Fátima, Filha de Senhora Sant’ Ana, Padroeira de nossa Diocese, intercedam sempre por todos nós.


Com minhas bênçãos,


Tianguá/CE, 25 de março de 2022.

† Francisco Edimilson Neves Ferreira

Bispo da Diocese de Tianguá


Pronunciamento


Na quarta-feira (23), Dom Edimilson divulgou um pronunciamento nas redes sociais da Diocese de Tianguá, em que esclarece vários pontos relacionados ao destino do movelário do Santuário, do porquê das redes sociais do Padre Antônio terem sido canceladas a pedido da família e anunciou também que será criado o Centro de Evangelização Padre Antônio Martins Irineu. Confira:


PRONUNCIAMENTO OM FRANCISCO EDIMILSON NEVES FERREIRA


Diante do cenário que ora vivenciamos, fortemente marcado pelo ultraje à fé cristã e ao nosso bispo diocesano. Segue o pronunciamento oficial de Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira.


Caros diocesanos,


No início do nosso retiro espiritual, fui surpreendido com informações de que estão circulando nos meios de comunicação notícias infundadas por parte de pessoas que de maneira maliciosa e caluniadora desejam dividir o rebanho de Nosso Senhor Jesus Cristo e quebrar a unidade de sua Igreja que está na Diocese de Tianguá.


Saibam eles que "onde está o Bispo ali está a Igreja de Cristo". "Assim, como onde está Cristo Jesus aí está a Igreja Católica".


Na condição de sucessor dos apóstolos (cf. cân 375), busco exercer o poder sagrado tendo sempre diante de mim o exemplo de Cristo, assumindo o autêntico espirito de serviço evangélico para com a porção do Povo de Deus a mim confiada (Exortação apostólica pós sinodal Pastores Gregis, 42-43). Alerto para o perigo do joio semeado pelo inimigo no meio da noite (cf. MT 13, 25). O mestre já nos alertava contra isso.


Deste 2017 estou a pastorear esta Igreja Particular de Tianguá; quem me conhece de verdade, sabe que jamais tive intenção alguma de prejudicar ou ferir alguém. Lamento que algumas pessoas que se declaram católicas comportem-se como estranhas, incapazes de me procurar como ovelhas do rebanho, ao invés de causar divisão promovendo conflitos, rasgando a túnica de Cristo Como disse o apóstolo Paulo escrevendo sobre Alexandre, o ferreiro, eles terão sua paga. Causar divisão é algo diabólico. Deus é fonte de unidade.


Caros diocesanos permitam-me dizer, que Padre Antônio Irineu foi um grande sacerdote, dotado de grandes virtudes entre as quais estava seu amor à Igreja e ao seu bispo. Era cortês e compreendia que a ligação do padre com o bispo não é só disciplinar, mas de profunda comunhão e obediência. Sempre que conversávamos, deixava claro o meu respeito por sua pessoa, não só porque idealizou e concretizou o santuário, mas porque foi um homem de Deus, um homem de Igreja. Disse para ele, no seu leito de enfermidade, da gratidão da Igreja de Tianguá para com ele. Tenho certeza que Padre Antônio por ter sido marcado por virtudes tão elevadas jamais aceitaria que pessoas que se proclamam amigas e devotas de Nossa Senhora, atacassem a Igreja e seu bispo. Aproveitemos o tempo quaresmal para um bom exame de consciência. "Convertei-vos e Crede no Evangelho". Humilhem-nos diante de Deus e Ele nos dará seu perdão.


Pensei muito antes de me posicionar para esclarecer algumas coisas. Assim após ouvir o Conselho Presbiteral passo a fazer algumas considerações:


1- Não sei de onde tiraram a ideia de que o Santuário iria acabar. Quanta insanidade! O Santuário é uma realidade diocesana que veio para ficar. Nós precisamos dar continuidade a obra iniciada, ela pertence a Deus, é construção de Deus. Os projetos continuarão e serão cada vez mais belos, marca das construções do padre Antônio;


2-As redes sociais do Santuário: YouTube e Instagram que estavam no nome do Padre Antônio foram canceladas pela família dele, pois não queriam que seu CPF continuasse sendo usado. Portanto, nenhuma decisão diocesana, mas sim familiar;


3-Cabe ao bispo zelar pela integridade da Igreja, de tal maneira que, quando morre um sacerdote compete ao bispo resguardar os espaços por ele utilizados. Assim, quando padre Antônio morreu mandei fechar seu escritório no Santuário para proteger a integridade do espaço. Este só foi aberto na presença da família que recolheu tudo que pertencia ao padre Antônio, inclusive vestes litúrgicas e outros objetos;


4-Caso não saibam, o Santuário não tem casa própria. Assim, o reitor morava em uma casa de sua propriedade. Portanto, nado, digo tudo que estava lá, está com a família, inclusive, as relíquias, que segundo os familiares foram conseguidas por uma das irmãs do Padre Antônio. Sendo uma propriedade particular coube a família resguardá-la e dar destino nos bens.


5 – Conforme a Lumen Gentium nº 27, o Bispo em virtude do poder episcopal, tem o direito sagrado, e diante de Deus o dever, de legislar sobre os próprios fiéis, de emitir julgamentos e de regrar tado aquilo que diz respeito à organização do culto e do apostolado. Sobre o sacrário e o móvel que o abriga. Conversando com padre, ele me pediu para colocá-lo no presbitério até que a Capela do Santíssimo estivesse pronta na entrada do Santuário como de fato fez. Terminando a obra, retirou o móvel e recolheu o sacrário no primeiro andar do prédio ficando sem utilização. Achei por bem utilizá-los para preservá-los na capela do Convento São José, na sede da Diocese, em uma das mais importantes de nossas Igrejas, no centro administrativo da diocese - Cúria, onde Padre Antônio serviu como Vigário Geral e Ecônomo. É lamentável ver que algumas pessoas prefiram ver guardadas essas peças, do que utilizadas para seu fim, ou seja, guardar a Santíssima Eucaristia. E lamentável escutar pessoas dizendo que não querem compartilhar, quando a escritura diz: "os cristãos tinham tudo em comum. Quem conhece o Direito da santa Igreja sabe que é o bispo aquele que autoriza a implantação de um sacrário e sabe também que na mesma Igreja não se recomenda a existência de mais de um sacrário. Quem dera que essas preocupações fossem com a evangelização ou com a Santíssima Eucaristia. Mas infelizmente não é. Diante do exposto comunico que após a posse do novo reitor me reunirei com o Conselho de lideranças e bem feitores do Santuário para deliberarmos juntos sobre a questão;


6 - Propus à família do Padre Antônio a organização de um Memorial com seus pertences para preservação de sua história. No entanto, os familiares afirmaram que esse projeto dependeria da decisão da mãe do Padre e que somente no decorrer do tempo se manifestariam;


7- Sobre o quadro de Jesus misericordioso, posso dizer que a família já o tinha recolhido como um bem pessoal do padre. Então, pedi que, se possível, deixassem, pois havia muitos devotos da Divina Misericórdia entre nós. Então, gentilmente me entregaram e quando o novo reitor for nomeado passarei às mãos dele;


8 – Afirmo que o rincão por ele iniciado para atender um pedido meu, como Centro de Evangelização, uma vez concluído, levará o nome: Centro de Evangelização Padre Antônio Martins Irineu. Homenagem justa e merecida.


9 - Após a posse do reitor será feita a prestação de contas da situação econômica do santuário e do inventário dos bens móveis e imóveis.


Caros diocesanos, caso haja dúvidas, estou disposto a conversar quando passar o retiro. Em breve, nomearei o novo reitor para quem peço orações a fim de que possa dar continuidade à missão de evangelizar tão bem realizada pelo Padre Antônio Martins Irineu. Agradeço a todas as manifestações de solidariedade e confiança que tenho recebido, de gente que ama a Igreja e que compreendeu o significado da Palavra de Deus.


Por fim, esclareço que o setor jurídico da diocese foi acionado para que a integridade da diocese e do bispo seja garantida.


Que Nossa Senhora pise a cabeça da serpente e proteja seu Santuário. Acreditamos "que por Fim, o Imaculado Coração de Maria Triunfará".


Sobre todos invoco as bênçãos do Senhor.


Tianguá, 23 de março de 2022

Francisco Edimilson Neves Ferreira Bispo da Diocese de Tianguá


Novo comunicado


No sábado (26), em suas redes sociais, a Diocese de Tianguá, por meio do bispo Dom Edimilson, divulgou outro comunicado em que informa sobre o destino do sacrário e do altar do Santuário de Fátima. Confira abaixo:




(Correio Ibiapaba - com informações da Diocese de Tianguá - Atualizado na segunda-feira, 28/03/2022, às 9h31min)





114 visualizações0 comentário