top of page
  • Foto do escritorLAGOS

A Flora Fogaça celebra Ibiapina, o município um por quatro

A sua história está diretamente ligada a São Benedito, Ubajara e Mucambo

Ibiapina celebra os seus 144 anos de emancipação e esta cidade-irmã de São Benedito, filha da Ibiapaba, merece as congratulações. Este 23 de novembro é para ser comemorado por toda Serra da Ibiapaba por conta das afinidades com outras cidades da região.


E a Flora Fogaça enaltece Ibiapina, que já foi subordinado a São Benedito quando ainda era denominada São Pedro de Ibiapina, cujo santo é o padroeiro do município. Foi a lei provincial nº 1773, de 23 de novembro de 1878, que desmembrou de São Benedito e elevou São Pedro a condição de Vila.


Trinta e sete anos depois, pela lei estadual nº 1279, de 24 de agosto de 1915, os distritos de Jacaré e Araticum foram desmembrados do município de Ibiapina, sendo seus territórios anexados ao município de Ubajara.


O polêmico decreto estadual 193, de 20 de maio de 1931, extinguiu a vila de São Pedro de Ibiapina e o seu território foi anexado novamente ao município de São Benedito. Mas foi elevada à categoria de vila com a denominação de São Pedro de Ibiapina, pelo decreto 1156, de 4 de dezembro de 1933.


No ano de 1933, a vila é constituída de dois distritos: Ibiapina e Mucambo. E foi o decreto estadual 448, datado de 20 de dezembro de 1938, que elevou à condição de cidade com a denominação de Ibiapina.


E o município de Ibiapina, em divisão territorial, datada de 1º de julho de 1950, passou ter três distritos: Ibiapina, Mucambo e Murereíba (hoje Pindoba).


E outro fato curioso na história ibiapinense é que, a cidade de Mucambo também já pertenceu a Ibiapina, e se tornou município em 12 de dezembro de 1953, quando se desmembrou em definitivo de Ibiapina.


E desde 2005, que o município de Ibiapina é constituído de 4 distritos: Ibiapina, Alto Lindo, Betânia e Santo Antônio da Pindoba.


A terra dos Tabajara, da saudosa Rita Ximenes, Wilson Ibiapina, Francine Maria e tantos outros que fazem parte da história de Ibiapina está de parabéns pelos seus 144 anos de emancipação e pela resistência de seu povo que “não guarda do ódio os ressábios”. São os votos da Flora Fogaça.

(Correio Ibiapaba - Informe publicitário Flora Fogaça - Foto: IBGE)

Bình luận


bottom of page