"SER SUFICENTE NÃO É SUFICIENTE...", por Augusto Lira

(0 comentário)

A coluna 'Arte Literária' de Augusto Lira aborda hoje a suficiência, a perfeição e se existe se encontraremos ou não a 'outra metade da laranja'. Confira:

"Ser suficente não é suficiente..."

Uma das maiores angústias da pessoa humana está estreitamente ligada a suficiência, a ideia ilusória de perfeição, quando na verdade ninguém é perfeito. Nascemos imperfeitos e talvez morreremos assim. Mas, por vezes determinadas situações nos distanciam do verdadeiro horizonte nos levando a uma aproximação de uma imperfeição absoluta.

A maior doença do ser humano não está na matéria corporal e muito menos associada a seu aspecto físico. Um dos maiores problemas atuais está direcionado ao aspecto interno de cada indivíduo, na grande dúvida de que encontrará alguém que o complete.

As possibilidades do ser induz as incertezas diárias e transmite as angústias sobre a 'suficiência'/ 'perfeição'. E quando se fala em suficiência tem-se a percepção de dois sentidos: ser suficiente para si e se tornar suficiente para os outros. Mas, a verdade é que ser suficiente não é suficiente.

Cair na ilusão de encontrar alguém 'perfeito', que corresponda a todas as suas expectativas é o mesmo que acreditar na imortalidade da matéria. Todos somos falhos, imperfeitos, e jamais encontraremos a "outra metade da laranja" porque não existe outra metade. Somos únicos, Deus nos fez assim, cada um com seu próprio jeito, cada um tem sua própria personalidade, cada um com seu talento, com seus próprios sentimentos e emoções.

Sendo assim, a individualidade de cada ser não pode ser completada, mas comungada.

Avaliação atual: 4.8

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2020
2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009