Escolas municipais de Fortaleza terão detecção do uso de máscaras, aferição de temperatura e reconhecimento facial

(0 comentário)

Cerca de 230 mil alunos serão contemplados em aproximadamente 574 escolas, conforme edital de licitação da Secretaria Municipal de Educação.

Reconhecimento facial, detecção do uso de máscaras e aferição da temperatura serão tecnologias utilizadas para estudantes e outros profissionais de escolas públicas municipais de Fortaleza. Conforme o edital n° 7245 da Secretaria Municipal de Educação, haverá uma seleção de empresa para fornecer e instalar tecnologia em, aproximadamente, 574 escolas.

Apesar das aulas presenciais ainda não terem iniciado e os estudantes seguirem com o ensino remoto, o órgão já se organiza para utilizar a nova tecnologia. O uso tem como objetivo reduzir as chances de contaminação e auxiliar na implantação dos protocolos de saúde no combate da Covid-19.

O biólogo epidemiologista Luciano Pamplona aponta que esses equipamentos de aferição também devem ser acompanhados de outros cuidados, como o distanciamento social, a utilização constante de máscara, a limpeza das mãos e manutenção na circulação de ar nas salas de aula.

Funções

Dentre os requisitos elencados no edital, há a necessidade da tecnologia conseguir realizar o reconhecimento facial de 1 até 6 mil faces em cada unidade escolar, suportando também, pelo menos, 1 milhão de registros das operações realizadas nas escolas.

O pedido é que a identificação ocorra em um breve período de tempo, cerca de dois segundos, realizando a aferição da temperatura corporal de usuários mesmo sem cadastros. Em caso de detecção de temperatura alta, um alarme sonoro deve ser acionado.

Edital

A empresa selecionada será responsável por fornecer e instalar os equipamentos, acessórios e outros materiais essenciais para o funcionamento do sistema de monitoramentos. Na instalação, atenderá a estrutura de cada unidade escolar, considerando a quantidade de alunos, o tamanho da escola e a distribuição do espaço, a fim de evitar aglomerações e longas filas durante o procedimento de checagem.

Segundo o edital nº 7245, “a contratação por grupo único se justifica pela complexidade do objeto de licitação devido a razões técnicas, de logística e pela necessidade de celeridade no serviço prestado, que pode ser prejudicado caso empresas diferentes sejam responsáveis por segmentos do serviço”.

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2021
2020
2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009