Rota da Fruticultura avança pelo interior do Ceará para gerar desenvolvimento

(0 comentário)

A Rota da Fruticultura avança por municípios do interior dos estados do Ceará e de Alagoas para fortalecer, de forma sustentável, a produção da agricultura familiar de acordo com as potencialidades locais e, assim, promover o desenvolvimento. O projeto faz parte das Rotas da Integração Nacional, uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) que atua para reduzir as desigualdades das regiões, melhorar a qualidade de vida da população, gerar emprego e renda e, ainda, garantir quantidade e qualidade nos produtos para atender as demandas dos mercados nacional e internacional.

A partir da identificação das potencialidades locais, a Secretaria Nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano (SDRU/MDR), em conjunto com os órgãos parceiros, associações e entidades locais, realiza o diagnóstico, levando em conta questões como capacidade hídrica, energética, de escoamento da produção (rodovias, aeroportos, ferrovias e portos), capacidade de beneficiamento e produtiva.

Também é oferecido apoio técnico e de planejamento estratégico para estruturar e profissionalizar o trabalho dos agricultores. “Nosso objetivo é fomentar e qualificar os processos a partir de capacitações técnicas, por meio de parcerias com órgãos e academia, para fortalecer a cadeia produtiva nas regiões dos Polos”, explica a coordenadora da Rota da Fruticultura, Simone Noronha.

Com mais de 100 municípios e 19 frutas elencadas como prioritárias, o Polo de Palmeira dos Índios foi o primeiro a ser implementado em Alagoas. Na última semana, foi realizada uma capacitação com técnicos do MDR, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Um dos objetivos do encontro foi adequar a metodologia de plantio dos produtores dentro dos critérios exigidos pela legislação brasileira, justamente para que eles adquiram a certificação de qualidade das frutas com o selo ‘Brasil Certificado’. Diversos outros temas foram tratados, com o objetivo de estruturar as atividades produtivas.

No Ceará, o Polo da região do Cariri, com 29 municípios e 20 frutas, já está em processo de implantação. Na última semana foi realizada uma primeira reunião com os setores envolvidos e, o próximo passo, será a oficina de planejamento estratégico.

Rotas da Integração

O Programa atua com redes interligadas de Arranjos Produtivos Locais (APL) que promovem inovação, diferenciação, competitividade e lucratividade de empreendimentos associados, a partir da coordenação de ações coletivas e iniciativas de agências de fomento. As atividades, que seguem as diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), contam com apoio de outros órgãos federais como a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

(Ministério do Desenvolvimento Regional)

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009