Inscrições abertas para Olimpíada de Robótica

(0 comentário)

As inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) de 2019 já estão abertas. O prazo segue até  17 de maio. Neste período, alunos matriculados em escolas públicas e particulares do ensino fundamental, médio e técnico podem pleitear uma vaga na competição, que definirá os representantes brasileiros no evento mundial, a RoboCup, cuja edição de 2020 ocorre em Bordeaux, na França.

A inscrição gratuita é feita pelo professor na página do evento na internet e são duas as modalidades de disputa: prática e teórica. A disputa teórica, em que é preciso mostrar conhecimentos específicos de robótica em prova realizada diretamente na escola do estudante, terá a primeira fase realizada em 7 de junho e a segunda em 23 de agosto. As provas incluem conteúdo do ensino fundamental e médio na resolução de problemas práticos do dia a dia, a partir da robótica, e são elaboradas por uma comissão de professores.

Há também a modalidade prática, que exige cumprir um desafio. Os grupos de até quatro alunos devem considerar a simulação de um desastre natural e construir um robô completamente autônomo, ou seja, sem controle remoto, capaz de navegar por um terreno acidentado, localizar vítimas (representadas por bolinhas) e resgatá-las. A cada ano a organização prepara novas pistas e trajetos. As etapas regionais e estaduais ocorrem entre junho e setembro, quando serão selecionadas equipes de nível 1 e 2 para o nacional, que este ano acontece em Rio Grande (RS) entre os dias 22 e 26 de outubro.

Na edição de 2018, cuja final foi realizada em João Pessoa, mais de 4.300 equipes participaram da disputa prática, construindo robôs para cumprir o desafio do desastre natural simulado. Já a modalidade teórica contou com a participação de aproximadamente 145 mil alunos.

A robótica tem um caráter multidisciplinar que beneficia diversas áreas do conhecimento, além de naturalmente promover o trabalho em equipe e a cooperação. A ideia da OBR é convidar os estudantes a se aproximar da arte de desenvolver tecnologia, ao invés de apenas ser usuários dela. O evento tem apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de diversas instituições de todo o Brasil, como universidades e órgãos públicos.

Ciência – As olimpíadas científicas são uma iniciativa utilizada em praticamente todo o mundo para popularizar e difundir a ciência e a tecnologia junto aos jovens. Além da difusão, as olimpíadas realizam muitas outras atividades, e, em muitos casos, são também atores no processo de atualização dos professores e escolas. Duas das atividades mais importantes são a Science Olympiad, realizada nos EUA desde 1983, e a European Union Science Olympiad, realizada em toda a União Europeia desde 2003. A própria RoboCup, que existe desde 1997, e é considerada a copa do mundo de robótica, já levou diversos estudantes brasileiros a países como Alemanha, China e Holanda (últimas três edições, sem contar a de 2014, que foi no Brasil).

As olimpíadas científicas tiveram seu início no Brasil em 1978. Desde 2002, no entanto, o poder público passou a apoiar oficialmente essas iniciativas por meio de edital público. A Olimpíada Brasileira de Robótica é apoiada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Educação, em parceria com a Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculada ao MEC. Nos últimos anos, diversas olimpíadas são apoiadas pelo CNPq, dentre elas as olimpíadas científicas de física, robótica, história e astronomia.

OBR – A Olimpíada Brasileira de Robótica está estruturada de modo a permitir sua difusão pelos estados brasileiros. É constituída por professores, cientistas e doutores na área de robótica e tecnologia das maiores e melhores universidades públicas e particulares do Brasil, que atuam voluntariamente com objetivo de estimular os jovens às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro, além de promover a difundir conhecimentos básicos sobre robótica de forma lúdica e cooperativa.

Acesse a página da OBR e faça sua inscrição.

(Com informações do MEC)

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009