Dia do Consumidor: entenda a origem e como ele é comemorado

(0 comentário)

Os varejistas brasileiros comemoram nesta quarta-feira o Dia do Consumidor. A data original da comemoração, criada em 1962 pelo presidente americano John F. Kennedy, é 15 de março. No Brasil, entretanto, o Dia do Consumidor se transformou em mais uma daquelas datas criadas pelo comércio para incentivar o consumo, como a Black Friday.

Para se ter uma ideia, no e-commerce, a data é móvel – não tem um dia fixo – e foi instituída em 2014 pelo site de comparação de preços Buscapé.

“Nossas pesquisas apontam que quarta-feira é um excelente dia da semana para a realização do evento”, explica André Dias, diretor-executivo da Ebit, especializada em informações sobre o comércio eletrônico brasileiro. Ou seja, para se tornar ainda mais atrativa para os comerciantes, a data é comemorada no meio da semana do dia 15 de março de cada ano.

Quando criou a comemoração, Kennedy fez um discurso no Congresso americano elencando quatro direitos do consumidor: de ser ouvido, à segurança, à informação e à escolha. Mais tarde, a data foi chamado de Dia Internacional dos Direitos do Consumidor. 

No Brasil, diversos sites prometem oferecer descontos para o consumidor nesta quarta e quinta-feira. A data, entretanto, ainda é pouco conhecida. Levantamento do Google mostra que apenas 30% dos brasileiros conheciam o Dia do Consumidor no início de 2018. Mas quando a data é explicada, 81% afirmam que desejam comprar.

“A expectativa de acessos para a data é de 4 vezes mais que um dia normal, índice que deverá ser impulsionado pela previsão da alta do número de pedidos, passando de 421 mil em 2017 para 479 mil neste ano. O consumidor espera encontrar bons descontos na data, especialmente quem não conseguiu aproveitar boas ofertas no saldão, em janeiro, ou deseja antecipar o presente do Dia das Mães”, diz Fábio Sakae, VP de Marketing e Produto do Buscapé.

De acordo com estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce nacional deve crescer 15% em 2018 relação a 2017 e faturar R$ 69 bilhões.

Direito do Consumidor

A comemoração do Dia do Consumidor celebra também o Código de Defesa do Consumidor, que entrou em vigor no dia 11 de março de 1991. A Lei nº 8.078, sancionada por Fernando Collor de Mello, é de 11 de setembro de 1990, mas foi instituída 180 dias depois.

Para Igor Marchetti, advogado do Idec (Instituto de Brasileiro de Defesa do Consumidor), a data deveria ser voltada à proteção do consumidor, tal como ela foi criada. “[A apropriação da data pelo mercado] É um desvio do que se propõe em defesa do consumidor”, afirma. Ele explica que uma coisa é o consumerismo e outra é o consumismo.

O consumerismo é a luta em defesa dos direitos do consumidor, um movimento para garantir os direitos que estão no Código de Defesa do Consumidor. Já o consumismo é o contrário, “pois muita gente acaba se endividando e deixa de consumir”.

Revista Veja, por Tatiana Babadobulos

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2020
2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009