Ceará tem menor índice de detecção da Hepatite C; teste da doença é fundamental

(0 comentário)

O Ceará está entre os 10 estados brasileiros com menor índice de detecção da Hepatite C. A meta do Ministério da Saúde é acabar com a doença até 2030, mas, para isso, a população precisa reconhecer a importância de se fazer o teste para detectar a doença.

O procedimento é um exame de sangue simples e o resultado sai em menos de uma hora. Se não tratada, a Hepatite C pode resultar em cirrose hepática e/ou  câncer de fígado, consequentemente com a necessidade de transplante.

Esse é o caso de Raimundo Nonato que deixou o Pará e veio a Fortaleza em busca de tratamento para a hepatite ‘C’, descoberta há quatro meses.

“É uma sequência de fatos. Depois da Hepatite, você vai adquirir uma cirrose se não curar. Posteriormente, vai aparecer o câncer de figado, daí não tem mais jeito, só um transplante resolve”, conta.

A Hepatite C é uma doença silenciosa, causada por um vírus que pode permanecer por anos no corpo sem causar nenhum sintoma. A doença é transmitida pelo contato do sangue saudável com sangue contaminado. O Ministério da Saúde estima que, no Brasil, um milhão e meio de pessoas tenham a doença e não saibam.

Veja todos os detalhes no vídeo da matéria do Nordestv Notícias, da Nordestv/Band:

https://tv.uol/16x1o

(Tribuna do Ceará)

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009