Notícias

Vendo posts da categoria Educação

MEC anula questão de Matemática do Enem 2018 por ser repetida

O Inep, órgão do Ministério da Educação, anulou ontem (12) uma das questões da prova de Matemática e suas tecnologias do Enem 2018, por ela já ter sido usada em um vestibular da UFPR (Universidade Federal do Paraná) em 2013. A repetição descumpre os requisitos de ineditismo e sigilo do exame.
"A questão foi elaborada em 2012 para o Inep, por um professor que, à época, estava vinculado à UFPR. No entanto, posteriormente, em 2013, a questão foi utilizada no vestibular da própria Universidade, para ingresso em 2014, o que não deveria ter ocorrido", informou o órgão.
Após constatar a repetição, a pasta da Educação instaurou uma sindicância para apurar responsabilidades, que pode resultar em processos administrativo, cível e até criminal.
O reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, se colocou a Instituição à disposição para colaborar com a apuração. A Universidade tem um Acordo de Cooperação Técnica assinado com o Inep para integrar o processo de elaboração e revisão de itens do Banco Nacional de Itens (BNI).

A questão anulada tem número diferente a depender do caderno de prova do Enem 2018. 

Enem 2018 tem menor número de ausentes

Com 5,5 milhões de inscritos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 registrou o menor número de ausentes nos dois dias de prova desde 2016, segundo o Ministério da Educação (MEC). Em 4 de novembro, primeiro dia da prova, 24,9% dos alunos não se apresentaram para o exame, 4,9 pontos porcentuais a menos do que o ano passado. No segundo dia, 29,2% dos candidatos faltaram, 2,8 pontos porcentuais a menos.

Processo Seletivo 2019.1 oferece mais de 2 mil vagas

O Instituto Federal do Ceará (IFCE) publicou dois editais de cursos técnicos gratuitos. Ao todo, são 2.205 vagas nos campi de Acopiara, Baturité, Boa Viagem, Canindé, Cedro, Crateús, Crato, Guaramiranga, Iguatu, Jaguaribe, Jaguaruana, Juazeiro do Norte, Maranguape, Paracuru, Pecém, Quixadá, Tabuleiro do Norte, Tauá, Tianguá e Umirim, em várias áreas do conhecimento.

Para o Edital nº 27, as inscrições ocorrem de 13 a 26 de novembro; no caso do Edital nº 30, o período de inscrições vai de 13 a 30 de novembro.

As oportunidades estão divididas nas seguintes modalidades: concomitante (tipo de curso em que o aluno faz o curso técnico no IFCE e o ensino médio tradicional em outra instituição), integrados (o aluno cursa o ensino médio e a parte técnica ao mesmo tempo no IFCE) e subsequentes – este último tipo é voltado para quem já terminou o ensino médio e fará apenas o curso técnico no Instituto.

Há oportunidades em cursos, como: Informática, Administração, Química, Agropecuária, Nutrição, Mecânica, Redes de Computadores, Meio Ambiente, Hospedagem, Eletromecânica, Agropecuária, entre outros.

As inscrições ocorrem no site qselecao.ifce.edu.br.

EDITAL 27

EDITAL 30

Em Tianguá, cursos qualificam para o turismo na região

A Secretaria do Turismo do Estado Ceará (Setur), por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), com o apoio da Prefeitura de Tianguá estará promovendo a partir do dia 19 de novembro, em Tianguá, vários cursos relacionados ao setor do turismo a fim de fortalecer o polo turístico da Serra da Ibiapaba, portanto, as atividades devem contar com participantes de várias cidades da região. Os cursos são gratuitos e realizados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE). As inscrições estão abertas.

Escola Sem Partido significa: "é possível dizer que a terra é plana"

Esta coluna é para iniciados. Os “janjões” (na sequência saberão o que é “janjão”) não devem ler, para não terem confusão e mais inópia mental. Tratarei da tal Escola Sem Partido (ESP), reivindicação de parcela da sociedade (principalmente políticos e membros da “sociedade civil” — sem que se saiba bem o que é isso), em um país em que pastores têm partido (e como têm!), donos de canais de TV (alguns são também pastores) têm partido, membros do PJ e MP têm partido e até clubes de futebol (Atlético Paranaense) têm partido... só os professores não podem tomar (ou ter) partido, mesmo que esse “tomar partido” seja explicar fatos históricos e possuir (e partir de) matrizes teóricas (ciência existe, sim!), como o é no mundo civilizado. Mas aqui em Pindorama, os “liberais” [sic] (na economia e conservadores nos costumes) querem controlar e censurar os professores em sala de aula. Dá para contar as mazelas da escravidão sem falar das... mazelas da escravidão? Hum, hum.

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009