Notícias

Vendo posts da categoria Cultura

179 anos de Ipu, a terra de Iracema eternizada por José de Alencar

O município de Ipu, localizado na região da Ibiapaba, celebra hoje os seus 179 anos de emancipação política. E a vocação para cultura continua presente nos ipuenses que têm como maior legado a obra Iracema de José de Alencar, publicado em 1865 e que completou 154 anos em 2019.

"Pacarrete", filmado em Russas, ganha 8 troféus no Festival de Gramado

A 47ª edição do Festival de Gramado, tradicional evento do cinema brasileiro, consagrou o filme cearense “Pacarrete”, de Allan Deberton, como o grande vencedor. Entre alguns dos mais importantes prêmios, foram entregues oito kikitos, troféu do evento, à obra: Melhor Filme, Melhor Filme pelo júri popular, Melhor Direção, Melhor Roteiro (Allan Deberton, Natália Maia, Samuel Brasileiro e André Araújo), Melhor Atriz (Marcélia Cartaxo), Melhor Atriz Coadjuvante (Soia Lira), Melhor Ator Coadjuvante (João Miguel) e Melhor Desenho de Som. Em Fortaleza, o filme terá exibição especial na próxima sexta, 6, a partir das 19h30, dentro da programação do Cine Ceará .

Livro 'O SUS e os Consórcios Públicos em Saúde – Da Teoria à Prática' será lançado na XII Bienal do Livro

Os autores Bruno Eloy e Helena Márcia Guerra lançam "O SUS e os Consórcios Públicos em Saúde – Da Teoria à Prática", manhã, 23. na Bienal do Livro, em Fortaleza. O lançamento faz parte da programação oficial da XIII Bienal Internacional do Livro e contará com a presença do senador Cid Gomes, que escreveu o prefácio da publicação.

Há 30 anos, o Brasil se despedia de Raul Seixas: louco, visionário, roqueiro

“Louco, visionário, roqueiro, cara-de-bandido, legítimo representante da geração beat no Brasil. Raul Seixas morreu de parada cardíaca ontem, em São Paulo”. Esta era a frase que, em 22 de agosto de 1989, anunciava a morte do cantor Raul Seixas em edição do O POVO à época. Falecido no dia 21 de agosto daquele ano, já são 30 anos sem o excêntrico artista, conhecido pela originalidade, que também colocava nas letras de suas músicas.

Livro Relicário é lançado na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

“Vocês querendo ou não, isso é literatura”. Já nas primeiras páginas do livro Relicário, o poeta e mediador de leitura Talles Azigon anuncia a provocação que permeia a construção da obra: Relicário reúne contos dos escritores cearenses Bruno Paulino, Zélia Sales, Antônio LaCarne, Ayla Andrade e Argentina Castro — todos diversos entre si, de narrativas telúricas aos textos experimentais. O título foi lançado neste domingo, 18, na programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos. Mediado pela organizadora e jornalista Isabel Costa, repórter do O POVO e especialista em Semiótica e Literatura, o debate reuniu os autores.

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009