Aplicativo Meu Ônibus ganha ferramenta para denunciar assédio sexual em Fortaleza

(0 comentário)

O aplicativo Meu Ônibus Fortaleza, que informa sobre horários e pontos de embarque do transporte urbano, recebeu uma nova ferramenta para auxiliar no combate ao assédio. O botão virtual Nina será lançado oficialmente nesta quinta-feira (7).

A ferramenta já está disponível para quem tem o aplicativo “Meu Ônibus” atualizado. Nos últimos dias, segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o Nina estava sendo testado, por isso alguns usuários começaram a ver o botão na tela inicial.

Em novembro do ano passado, a Prefeitura de Fortaleza anunciou o projeto. O objetivo é incentivar a denúncia, coibir o assédio, gerar informação e conscientizar a população.

O botão aparece na capa principal do “Meu ônibus”. Ao clicar no botão “denuncair assédio “, o usuário é direcionado ao Nina. O denunciante pode tanto ser a vítima como alguém que presenciou o assédio.

Os usuários podem relatar se há uma pessoa se tocando ou se exibindo, se encostou de maneira inapropriada na vítima ou em outra pessoa, se foi intimidada a fazer algo que não queria, dentre outras situações de assédio.

Segundo a Prefeitura, o Nina auxilia a denúncia de casos de assédios no transporte público, ajudando a identificar as linhas e os pontos onde ocorreram situações de assédio. “Quando acionado, o botão automaticamente ativará a gravação dos vídeos por meio de câmeras dentro dos ônibus, que serão encaminhados à Polícia Civil. Assim, quando a vítima ou testemunha for denunciar o caso à Delegacia da Mulher ou à Delegacia da Criança e do Adolescente, poderá contar com a prova do ocorrido”, disse a Prefeitura em novembro.

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), 5,2 milhões de mulheres foram assediadas em transportes públicos em 2016 no Brasil. De acordo a organização não governamental internacional ActionAid, 86% das mulheres sofrem assédio nos espaços públicos.

O projeto do Nina envolve a articulação da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), a Coordenadoria de Participação Social, a Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres de Fortaleza e a Delegacia da Mulher.

Prevê também o envolvimento da Casa da Mulher Brasileira, Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres do Governo do Estado do Ceará, Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará e da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã.

(Tribuna do Ceará - Foto: Jéssica Welma)

Atualmente não avaliado

Comentários

Não há comentários no momento.

Novo Comentário

obrigatório

obrigatório (não publicado)

opcional

Arquivo

2019
2018
2016
2014
2013
2012
2011
2010
2009